Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Feliz Natal

Prendas... Ui, ui! Ainda faltam umas poucas e vou fazê-las eu.
Tenho de trabalhar na véspera de Natal até às 15h. Lindo,não?
Mas vou começar o ano de férias e só de saber isso, já não me preocupo.
De resto... a Mãe faz as filhoses e as rabanadas, a cunhada faz o bacalhau e as couves,
a criançada faz a festa e o resto apanha as canas.
Mais um Natal.
Este com um sabor muito bom, de realização pessoal, de família, enfim, de TUDO.
Para todos, um Santo Natal e um 2008 em GRANDE!

2 comentários:

Mad disse...

Olhá gaja!!!!

Será que ainda conseguimos ver-nos?...

av disse...

Beijinhos e Bom Natal, Flora!
Nem é preciso desejar-te isto, está na cara que o Pai Natal te trouxe tudo o que tu querias...