Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Fui

Primeiro dia da semana com o nariz desentupido. Já tardava!

Último dia de trabalho do ano.

Vou entrar em 2008 de férias.

Só volto a estas bandas lá para dia 7 ou 8 de Janeiro.

Inté.

2 comentários:

Mad disse...

Ainda cá estou... Próxima semana, jantar.

FL disse...

Bora nessa, maluqueta!
Avisa, sim?

Beijos