Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Rescaldo...

Tarde de sábado passada no hospital, a receber paracetamol na veia. Febres altas que teimaram em tramar-me o fim-de-semana...
Tarde de domingo passada em sobressalto, ou não tivesse a pequena partido a cabeça. Subir escadas a correr e às escuras, é no que dá...
Véspera de Natal passada em família, com muita comida, arrepios de frios, prendas, espirros, alegria e muita tosse...
Dia de Natal passado na cama.

Agora estou a preparar-me para ir de férias. Espero que o virús também vá de férias e me deixe sossegadinha.

2 comentários:

JP disse...

Confirmada neste exacto momento a informação que o vírus malvado apanhou um voo para a Sibéria, através de uma companhia low-cost.

Boas férias, bom final de ano e que comeces 2008 com os dois pés bem assentes no chão e com o nariz bem arrebitado no ar (e sem pingos).

Beijos.

kiko b disse...

ginastica, amiga...voçê precisa é de fazer ginastica e beber qualquer coisa com vitamina C antes do inverno...garanto que não apanha nada...
quer dizer, apanhar apanha mas para isso tem que beber um copito ou dois!!!!
boas férias