Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Lindo, lindo, lindo!!!

Então cantado em dueto, enquanto se arruma a cozinha a meias... Não há melhor!

5 comentários:

Mad disse...

Ai, ai...

Brutal disse...

Ui,ui...

FL disse...

Mad,
Lindo, não?

Casco,
O que tu queres sei eu! ;-)

Ricardo Fonseca disse...

É de fugir e chorar por nunca mais...

FL disse...

Oh Ricardo... Mas será que tu ainda não percebeste que às vezes (quase todas) és inconveniente e grosseiro?
E escusas de perguntar "porquê?" que eu não te vou responder!