Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Pinturas

A minha filhota adora pintar, desenhar, fazer colagens e afins (tem a quem sair). E diz que quando crescer quer pintar quadros como o avô.

Há uns tempos, pediu ao dono do café lá da rua, um prato de papel, daqueles onde ele punha os bolos. E perguntou-lhe ele “Para que queres o prato?”. “Para pintar!” respondeu ela.

A Kélita, quando quer, é adorável e com a meiguice dela, lá conseguiu o que queria. Levou o prato para casa, pintou-o em tons de verde e amarelo e ofereceu-o ao Sr. A. que, babadíssimo, o colocou na parede, mesmo por detrás do balcão.

Na semana passada o café fechou. Mudou de donos. Voltou a abrir esta 3ª feira. Avó e neta lá foram conhecer os novos donos e até certa altura correu tudo lindamente.

Enquanto a minha mãe tomava o seu cafezito descansada, a nina desata num prato inconsolável. Pensou-se que queria um bolo, um chupa ou alguma coisa do género. Mas não era nada disso.

Entre soluços, a pequena apontou para a parede “O meu prato! O Sr. A. deitou o meu prato fora!!”. Como é óbvio, o antigo dono levou o prato com ele, ou não soubéssemos nós que ele gosta imenso da Kélita.

O desespero da menina era tal que a nova dona do café lhe disse para pintar outro prato, que ela com todo o gosto o punha na parede, no mesmo sítio.

9 comentários:

Brutal disse...

Essa miúda faz-se :-)

FL disse...

Pois faz:-)

Mad disse...

Uma fotografia do tal prato era uma coisa gira para postar aqui, não era?

FL disse...

Era... Mas não tirei:-(
E o antigo dono do café, dos seus 65 anos, está prestes a viajar para o nordeste brasileiro para junto da sua amada...
"Parece-me" que com o dinheiro do trespasse compraram duas fazendas para organização de eventos. Ele ainda não viu nada... Cheira-me um "bocadinho" a esturro, mas espero que corra bem, que ele é boa pessoa. (Isto ainda vai dar um belo texto!)

O próximo prato não escapa à fotografia.

JP disse...

Suponde desde já que conheces esta expressão, fou enveredar pela piada fácil...

Ei, Flora! A tua filha é um granda prato!

Beijos e bom fim-de-semana

JP disse...

"Suponde" é lindo.
Devo ter sido caipira numa outra existência...

"fou enveredar" também é muito bom.

Não me parece que esteja muito bem, mas hei-de sobreviver.

JOAO MARIA disse...

ola
pois devias ir tirar uma fotografia ao prato , antes que ele vá para o brasil

FL disse...

JP,

Andaste a beber, rapaz? Deixa-te disso!!!

Beijo

FL disse...

João,

Pois devia! Mas acho que já não vou a tempo:(
Beijo