Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Episódio n.º 326

Que dizer?? A minha vida é mesmo uma festa... Quando não é do rabo é das calças e, literalmente, o que me falta é sarna.
Já nem estou a pensar no tipo que me oferece 14 mil € pelo carro, mas diz que me manda um cheque de 24 mil € e que eu lhe devolvo 10 mil €...
Ou do outro, que não pára de me mandar emails a dizer que ganhei um BMW, mas que como não me pode mandar o carro, manda-me o dinheiro, mas com um esquema muito marado. Gosto de pensar que estes esquemas toda a gente recebe na caixa de email, não serei certamente só eu... ou serei?
Mas ontem a coisa passou um bocado das marcas. Um tipo a ligar-me para casa, a dizer-me que eu devo 150.000 reais a um banco brasileiro e que se quer encontrar comigo para me entregar uns documentos...
Como diz uma amiga minha... Tu mereces! Andaste a cuspir na cruz...
Porra! Que raio de novela mexicana, com 300 e tal episódios e reposições contantes! Arre!
Como diz outro amigo www.cadaumcomseusproblemas.com.br (não cliquem, que o site não existe - digo eu, se calhar até existe).
É muito filme... o pai da amante do outro é fiador num empréstimo e quem se lixa sou eu?
Não que forniquem!

2 comentários:

Mad disse...

eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh eh

(continuo?)

PS - Não acredito, a palavra de hoje é " merga" - e ainda dizem que isto é aleatório!

FL disse...

E se fosses gozar com o c...araças?!

Já não te doem as costas, né sacanita? ;-)