Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

domingo, 21 de outubro de 2007

Sonhei com...

Rosas

E recebi estas.

2 comentários:

Rosa Maria disse...

As flores são lindas, são ROSAS...
Mas para além disso cusquei que tenho um cortinado igual :)
Só não digo onde o comprei para não fazer publicidade e os suecos precisam lá disso!

Boa semana

FL disse...

Olá Tia,

Ora, ora... Claro que precisam: IKEA!

E se eu lhe contasse o que encontrei a última vez que lá fui! Ui, ui;-)

Beijos grandes e boa semana