Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Toca a fazer publicidade!

Novo blog inaugurado, cheio de coisas giras (eu sou suspeita, ok!!).

Marca de Mão





7 comentários:

Anónimo disse...

Menina, está fantástico!
Parabéns!
Bj Xunana

Mad disse...

Liiiiindo! Se eu estivesse aí, juro que comprava!

FL disse...

Xunana,
Eu dou-te umas dicas! Prometo!
Beijocas

Mad,
Mas podes comprar. Eu mando para o mato:-)
Ou não confias no carteiro???

Beijos

Ricardo Fonseca disse...

Inaugurar rima com passatempos e prémios para ganhar...

Mad disse...

Tá bem que é precisod fazer pub, mas não deixar os futuros clientes com dores de cabeça!!! Já estou tonta... :)

FL disse...

Ricardo,

Os teus comentários intrigam-me de sobremaneira...

Mad,

Já avencei com a escrita, para diminuir um cadito o circo... boa?
E diz lá ao Preto que eu estou ofendida!!! Também quero um comentário dele...

Beijos grnades (para ti!)

Ricardo Fonseca disse...

Intrigam-te a que ponto?! Porquê?!