Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Connect the dots

Um discurso que mexeu comigo. Comecei por ver, mas achei melhor ler...

Este bocadinho é só uma amostra.

"Your time is limited, so don't waste it living someone else's life.
Don't be trapped by dogma — which is living with the results
of other people's thinking.
Don't let the noise of others' opinions drown out your own inner voice.
And most important, have the courage to follow your heart and intuition.
They somehow already know what you truly want to become.
Everything else is secondary."

Cada vez mais acredito que a vida é como um daqueles desenhos de pontinhos. É preciso uni-los, todos, para que o "desenho" faça sentido.

2 comentários:

Brutal disse...

"have the courage to follow your heart and intuition"
Frase fantástica.

ofdqthrh :-)

FL disse...

Casco;)

Também achei!

Beijo