Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

terça-feira, 28 de agosto de 2007

Está quase...

Tomamos consciência do que é importante com a idade. Este ano parece um torpedo. Não pára. E segue a uma velocidade alucinante.

No final do ano passado, para desejar aos meus amigos um bom ano novo, enviei uma sms em que, entre outras coisas, dizia “2007 é o meu ano!”. Ainda é cedo para fazer balanços, mas cada vez mais tenho a convicção que acertei na previsão.

A saúde que não falta, os amigos que persistem, o muito que ganhei, o pouco que perdi… e o tudo que aprendi.

Estamos quase em Setembro. E eu que ando à espera de Setembro há tanto tempo… agora, está quase aí.

4 comentários:

Brutal disse...

Hummm...
Mas o casamento no Luxemburgo no próximo Setembro não é de uma amiga?
;-)

FL disse...

Brutal,

Olha m'este! É de uma amiga, sim! Ai que o menino anda a meter-se onde não deve...

Mania de ler nas entrelinhas!

A grande corrente australiana está quentinha, está? Vai surfar, pá;)

aprendiz de feitiçeira disse...

Pois é amiga... que este seja 2007 seja um ano de recomeço, de alegrias e... whatever.

Este foi, sem dúvida, um ano de crescimento, de aprendizagem e de...alegria, amor, amizade!

Já é tempo de sermos felizes...e... Setembro está quase aí!

Bjos

FL disse...

Aprendiz,

É que é mesmo isso!

Beijocas grandes