Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Estou no ir

É só um “até já”. Quase um “até amanhã” mais prolongado...

Umas férias não planeadas, dedicadas ao estudo profundo do conceito de “turismo de infiltração”, com o qual irei travar conhecimento pela primeira vez.

Malas feitas, depósito atestado. Amanhã de manhã é só fazer-me ao caminho com a pequena e depois... Bom, depois conto quando regressar.

Se calhar devia deixar um texto todo lamechas, a transmitir as saudades que vou ter do meu blog e dos meus comentadores todos... mas não me apetece. Até porque é só uma semana, não há necessidade de fazer cenas (ai, ai... espero que haja net no Algarve!).

“Vemo-nos” lá para dia 10, ou 11... ou quem sabe, 12 de Agosto.

Inté

11 comentários:

Anónimo disse...

O que eu sei eh que estou aqui ja sei la ha quanto tempo com 5 kilos de amendoins salgados e nada de gajas!

nf

AL disse...

nf
Só amendoins? e ainda por cima salgados! e para beber nada??

Brutal disse...

Para beber estão aqui as boémias geladinhas. O JP é que se está a cortar com as gajas... Na volta só arranja carnes gordas... :-)

Anónimo disse...

Bem... isto de se comentar em blogs tem muito que se lhe diga...

Pra ja, e so mesmo pra comecar, ha que reparar nos parceiros de conversa e adequar o dialogo em conformidade.

Tendo dito isto D. AL, o brutal nao queria forcosamente referir-se a cerveja. Na verdade queria dizer sumol de laranja. Ou leite morno.

E eu disse gajas? Omitindo miseravel e inocentemente metade do universo, eu referia-me na verdade a ambos leitores e leitoras assiduos deste blog extremamente bem elaborado, que deixe-me dizer-lhe so poderia ser fruto de uma classe superior, certamente derivada geneticamente de outra classe nao menos avancada.

nf

AL disse...

nf
Não esteja a defender o brutal, eu sei ler e claro os amendoins ligam bem é com cerveja!! que é isso com leite morno? sumo de laranja???
Tire lá o "D". Apesar de acreditar que o respeitinho é muito lindo!!, mas não sou assim tão velha !!!! e quanto ás "gajas" , enganem-me que eu gosto!!!

Mad disse...

Liiiindo! Tanto do NF como da tia querida, que se mostrou à altura. Beijos aos dois.

Anónimo disse...

AL: Nota assente!

Beijos Mad. Convence la a amiguinha a voltar depressa.

Isto fica meio sem graca sem ela por ca :(

nf

Nota: Nao desfazendo dos presentes, claro.

Brutal disse...

oops..
Parece-me que fui alvo de uma cilada :-)
Claro que as cervejas são sem álcool e tal...
Quanto ao resto só falo na presença do meu advogado...
Livra...

João Paulo Cardoso disse...

Flora:

"Turismo de infiltração"?
Isso é o que eu estou a pensar?

NF:

Falta-te mulher(es)?
Pelas últimas informações (já lá vão uns anos), estavas bem servido.

Uma "estrela da manhã" não chega para iluminar as trevas?

De qualquer forma, eu compreendo.
A insaciabilidade é defeito de família.

Brutal:

Não me lembro de ter prometido gajas a quem não conheço.
Nem sequer carnes gordas. Não trabalho num talho.

Mas vou fazer umas chamadas e vou ver o que se pode arranjar.
Está bem assim?

Quanto à dona da casa:
Deixem lá a mulher em paz! Quando ela voltar dá vassouradas em toda a gente!!

Longe de mim chamar-te bruxa, Flora. Era mais uma piada doméstica.

Longe de mim chamar-te fada do lar, Flora. Era mais uma piada higiénica.

Longe de mim chamar-te...

LONGE DE MIM ESTE TECLADO!! JÁ!!!

Mad disse...

JP, faz lá um livro! Nem precisas de posts, os comentários chegam! És das pessoas com mais sentido de oportunidade que eu já tive o prazer de ler!

ceasar disse...

Começar é já por si coragem, recrear-se criando.
Vou amíudo bisbilhotando.