Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Aleluia

Amo esta múisica, cante quem cante.
Neste caso, é a Alexandra Burke, vencedora da última temporada do X-Factor em Inglaterra.
Dizem-me que a final foi vista por 8 milhões de pessoas. É compreensível.

A quem me deu a conhecer esta pérola, gracias amigo!

2 comentários:

Anónimo disse...

Muito fixe. Quem te mando isso dever ser dotado de extremo bom gosto e extremas outras coisas boas tambem.
E 8 milhoes foi o numero de votantes, o que leva a depreender que o numero de espectadores tera sido potencialmente superior.

nf

Maria do Desassossego disse...

nf

E foi banda sonora do Shreck, o meu principe encantado preferido...

E a letra! Linda, linda.

Maybe I’ve been here before
I know this room, I’ve walked this floor
I used to live alone before I knew you
I’ve seen your flag on the marble arch

Love is not a victory march
It’s a cold and it’s a broken hallelujah


E sim, tu és uma pessoa de extremo bom gosto:-)

Beijo grande