Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Let it snow...

Fim de semana branco, branco, branquíssimo! Muito frio, muita neve, companhia: a melhor!
O hotel era fantástico, muito confortável e comida "deliciosa", nas palavras da Kélita.
Delícias:
"Estes senhores têm muito jeitinho para fazer torradas!!" - numa pastelaria em Manteigas
"Eu por mim ficava aqui 100 dias!" - no quarto do hotel
"Ai tão lindo!!! Olha ali mãezinha." - de 5 em 5 minutos, sempre que via alguma coisa coberta de neve, fosse um banco de jardim, um carro, ou uma pedra da calçada...
"Quando é que as linhas que estão por debaixo do comboio fazem anos?" - no comboio Guarda/Lisboa
"Tenho saudades daquele chão fofinho do quarto." - deitada no chão de tijoleira da sala, já em casa
Fizemos um boneco de neve lindo, no átrio da Sé (era o sítio onde havia mais neve...). À falta de artefactos para completar o dito, servimo-nos de duas moedas antigas de 1 escudo para os olhos (que andam na minha carteira há mais de um ano - eu sabia que íam servir para alguma coisa...) e mais 3 moedas de 1 € para os botões. Durante uns minutos enregelei porque, só para fotografia, pus o meu gorro e o meu cachecol no Manel (baptizado pela Kélita).
Além disso, andámos feitas tontas, debaixo de neve, de língua de fora para sentir os flocos. O frio chegou aos -2,5ºC no domingo e soube tãaaaaaaao bem. A Kel até guardou um pedacito de neve dentro de uma caixinha, para trazer para avó, por muito que eu lhe dissesse que derretia...
Quando encontrar o cabo da máquina, descarrego as fotos e ponho aqui as da paisagem e do Manel.

3 comentários:

João Paulo Cardoso disse...

Isso, isso!
Fotos brancas!!

(mas nítidas... já basta o "Ensaio Sobre a Cegueira"...)

Beijos, viajante.

Mad disse...

Gandes férias! E foste com quem, que não vi mai ninguém nas outras fotografias?

Maria do Desassossego disse...

Mad,

Com os amores... mas nem nos lembramos de tirar fotos juntos. Ai, ai, o amôri :-D