Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Porquê?

É uma coisa tramada, esta cena da introspecção. Olhamos para dentro, analisando tudo o que se disse, fez e pensou.
Pode ser uma mania como outra qualquer, mas esta é capaz de tirar o sono. O bichinho da analista de trazer por casa, da psicóloga amadora que gosta de encontrar uma razão para tudo, por muito escondida que ela esteja, camuflada por falsas motivações e desejos.
E o pior é que não é só a introspecção... é a inspecção de tudo o que me rodeia!
Quando finalmente descubro um fio condutor, descanso. Se não o encontro, desatino. Será que tem de haver uma razão para tudo? Um propósito nas coisas, por mais pequenas que sejam?
Porque é que eu sou assim? Que mania! Raio de feitio que não é capaz de passar por nada sem perceber o "porquê"... Padeço do síndrome constante da idade dos porquês! E acho que consigo levar qualquer um à exaustão, com o meu racíonio inquisitivo, na tentativa de entender tudo.
E detesto respostas como "já tinha de ser assim". Tinha de ser assim, porquê???
Tenho uma pilha de acontecimentos que me atormentam, arrumados numa prateleira alta, com o rótulo de "sem explicação". Não que me incomodem a toda a hora... mas, de vez em quando, olho para eles, sacudo-lhes o pó e pergunto-me "porquê?".

4 comentários:

Mad disse...

Porque sim.
Porque não podia ser de outra forma.
Porque a vida é assim.
Porque o coração tens razões blá blá blá.
Porque Deus quis.
Porque não há coincidências.
Porque quem nasceu para lagartixa não chega a jacaré.
Porque quem manda aqui não sou eu.
Porque eu não sou a Directora de tudo, sou só de UM centro.
Porque há gente que não sabe agradecer a Deus o que tem nas unhas.
Porque há gente muito parva.
Porque para quem não quer há muito.

Ajuda?

(Era só para te irritar. Tá fraquinho, mas acabei de acordar)

Maria do Desassossego disse...

Porque é que eu gosto de ti, hum???

Estúpida!!! E vai lá tirar as remelas antes de vires ao tasco, faxavor...

Beijos

Anónimo disse...

You and me both, mate. You and me both.

nf

Maria do Desassossego disse...

NF

Pois... Ainda bem que há gente que partilha as minhas dúvidas:-)

Beijo