Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Sabedoria infantil

Ontem à noite, já deitada, a Kel desabafa com a Avó.

Kel: Estou 'procurada' com a Mamã.

Avó: Preocupada? Mas preocupada porquê?

Kel: Porque lhe disse que a ajudava a resolver aquele problema e não consigo.

Avó: Não te preocupes. A tua Mãe resolve sozinha. Não penses mais nisso e dorme.

Kel: Óh 'Vó... mas foi só por causa de ser longe?

Avó: Não sei. Não penses mais nisso e dorme.

Kel: Ele é mesmo tolo! É que a minha Mãe é tãaaao linda!!!


Pois. A Raquel levou dois minutos para concluir aquilo que eu nem numa semana consegui!

2 comentários:

João Paulo Cardoso disse...

Embora a mãe seja linda, meia blogosfera anseia pela chegada da Primavera para apreciar fotografia "mais arejada" da "protagonista"...

:)

Beijos.

Maria do Desassossego disse...

Desconhecido do meu coração (sim, porque tens um lugarzinho especial)

Obrigada:-)

Beijo grande