Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Tudo de bom

Desejo a você
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter sempre um ombro amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu.

Carlos Drummond de Andrade

4 comentários:

Pedro Viegas disse...

Lindo.
Para quem diz ter "mau feitio", aprendi a ler-te, a perceber-te e a rir-me com vontade.
Já fazes parte das visitas diárias e deste mundo muito nosso e quase familiar.

Tudo de bom
Com violão
JP

Maria do Desassossego disse...

Pedro,

Também eu te leio assiduamente. E não duvides do meu mau feitio. Ele existe mesmo:-)

Tudo de bom para ti também.

xunana disse...

Menina,

Que 2009 te traga tudo aquilo que desejas.

Vai com calma porque a estrada tem as suas curvas (e algumas são bem perigosas).

Beijão,
xunana

Nita disse...

Olá, olá! Já costumava visitar-te...
"Tudo de bom" para ti e para a princesa neste ano novinho em folha! bj, sb