Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Fotos quentes, quentinhas














O nosso hotel lá em baixo.














Estrada para a Serra.

















Manteigas.













Couves fresquinhas.













Solar em Manteigas.












Guarda














O Manel todo satisfeito com os meus agasalhos. O nariz é um batôn de cieiro Labello!

2 comentários:

Mad disse...

Lindas. Mas quentes??? Adorei a da K. E a tua com ar de pedinte pop-star (eh eh eh).

Maria do Desassossego disse...

Mad,

Sim, quentes. A ferver:-)
Pedinte pop-star??????
Ai que tu levas uma marretada na tromba!

Es-tú-pi-da!!!! ;-)