Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

sábado, 17 de janeiro de 2009

Organizem-se!

Eu não pedi nada, porra! Que eu saiba, não pus nenhum aviso a dizer que abriu o período de caça, pelo que não entendo de onde me aparece tanto gajo. Parece que tenho mel (que é coisa que eu, definitivamente, não tenho!).
Para que não confundam a minha pequena cabeça loira, é favor tirarem senha e aguardarem civilizadamente pela vossa vez.
Agradece-se que enviem currículo devidamente actualizado, juntamente com fotografia de corpo inteiro (vestidos, ok?). Não se garantem respostas, muito menos respostas positivas.
As fotos não serão devolvidas. Algumas poderão ser aproveitadas para colocar junto do açucareiro, para afugentar as formigas. Outras serão certamente enviadas às amigas, com comentários de escárnio.
Já agora, enviem igualmente contacto da mãezinha e de, pelo menos, duas ex-namoradas ou ex-mulheres. Assim, fica-se logo a saber tudo. Sinceridade acima de tudo, boa?
Portanto, organizem-se, senão isto vira uma rebaldaria, ok?

3 comentários:

Ervi Mendel disse...

A culpa é minha pois desde que te linkei no Ervilhas é que isso começou a acontecer....

Maria do Desassossego disse...

Ervi,
Achas mesmo? Eu achei que tinha alguma coisa a ver com o facto de eu ser gira e inteligente e ter piada... Mas vai daí tens razão.
És capaz de perceber mais disso que eu, que sou uma aselha no que toca a engates:-)
Beijo

Mad disse...

Prémioooooo! Lá no meu blog.