Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Alto e pára o baile!

Como é que é? 'Tá tudo parvo ou sou só eu que noto? Mas será que só me aparece gente estranha, ou tal como diz a minha querida Mãezinha, na sua infinita sabedoria, "Tu só atrais é disto..."?!?

Que raios! A pergunta que se impõe agora é o que é motiva alguém que não me conhece, vir aqui fazer perguntas e desejar que o meu encontro com alguém (seja ele de que teor for) tenha corrido pessimamente?

Não que me tenha chateado. Se muitas vezes não ligo à opinião de quem conheço, pouco me afecta o que pensam os desconhecidos. Mas porra. Faz-me espécie, certo? Eu não ando por aí a tecer desejos sobre encontros de terceiros que não conheço. Mas lá está, cada um é como cada qual e somos todos diferentes (seremos mesmo?!).

Por estas e por outras (muitas outras) razões, dei por mim enfiada no carro, ontem de manhã, acabada de estacionar numa rua de Lisboa, quieta. A respirar fundo. De repente, deu-me uma vontade incontrolável de fazer uma birra enorme. Daquelas como fazem alguns putos embirrantes de 3 anos. Deitada no chão a chorar baba e ranho, a berrar e espernear, e a bater com a cabeça na calçada.

Mas estava a chover a potes e eu tinha roupa nova (bem gira, por sinal) e portanto, fiquei só com a ideia. E voltei a respirar fundo e fui à minha vida. Que tem dias, muitos, em que parece uma verdadeira novela mexicana. Em reposição!

7 comentários:

Anónimo disse...

Flora!
Antes de mais as minahs sinceras desculpas.
Nunca pensei provocar este tipo de reacção completamente desproporcionada.
Estava apenas a "brincar" contigo.
O teu blog e a tua pessoa virtual sempre suscitaram em mim uma firme certeza: o teu elevado grau de bom humor.
Desejava que tivesse corrido pessimamente, não fosse eu homem e quase, de forma egoísta, te pretendesse sempre solteira e disponível para continuar a escrever.
Um bem haja.
C.

Mad disse...

Amôri,

Sabes que gosto de ti como és, mesmo com esse ENORME mau feitio. Mas não exageres. O C. aqui em cima não te conhece, claro, mas conhece a Maria do Desassossego que, para ele, é loira, gira e esperta, portanto cala-te e pára um bocadinho antes de disparatares por tudo e por nada. Aquilo era um elogio, mulher!

Irra!

Anónimo disse...

Ah pois é quem é Anónimo teu amigo é!!! ou não!
Deves ser fresca deves!!!
UIII depois queixa-se que ninguém lhe pega! Por isso é que suscitas o interesse das pessoas em saber se mesmo com esse feitio ainda consegues ter dates e com quem!!??
É notório que tb têm mau feitio e querem saber por outra pessoa qual a probabilidade de se darem bem.

Boa prespectiva nã0?

Maria do Desassossego disse...

Carlos!

Eu disse "por muitas outras"... Muitas vezes o meu duplo sentido perde-se no meio de tanta informação.
E já agora... deixa que me aqueçam os pés, ok? Eu prometo que continuo a escrever:-)
Bem hajas também.

Maria do Desassossego disse...

Amôri,

Ok, ok, não batas mais. Eu lido mal com elogios. Principalmente vindos de quem não conheço.

Beijo grande

Maria do Desassossego disse...

Anónimo,

Faz-me um favorzinho, pequenininho: volta para o buraco de onde saiste! E aproveita leva a tua psicanálise barata contigo, ok.

"Que ninguém me pega"???!!!! Pelo amor da santa.

Raio de praga de anónimos!
Olha, queres ver mau feitio?
Vai pr'ó c@r@lho!
Agora sim, podes dizer que eu tenho feitio!

Esta merda está aberta a todos, mas só falam os que eu quero. Não voltas a comentar nestes termos. Se voltares, vai direito para o lixo.

E se pensas que me incomodas, eu esclareço: é como as melgas. Só atacam no verão e qualquer repelente as afasta.

Não voltes sempre, que não és bem vindo, got it?

Anónimo disse...

Flora!
Aceito.
Ainda bem que o mal entendido ficou resolvido.
Deixo deixo, embora sem grande vontade!
Já agora, já sou digno de saber mais pormenores ou não :-).??!!
Pronto, antes que me batas, só o que quiseres contar sim?
Kiss C.