Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Para quem ainda não percebeu

Eu faço um desenho:
Acabou-se a paneleiragem dos comentários anónimos. Quem não assina, vai com os porcos. Para não dizer que vai com a put@ da mãezinha (que eu não estou cá para ofender ninguém). Sejam homenzinhos e mulherzinhas, assumam aquilo que escrevem e assinem com o vosso nome!
Esta merda não é o ringue lá do bairro e eu não sou o vosso saco de boxe onde descarregam as vossas frustrações, ok?
Se querem analisar, analisem, mas identifiquem-se. Ah... mesmo identificados, correm o risco de eu apagar na mesma. É que isto é um blog público, como dizia um dos palhaços, pois é. Mas nesta democracia quem manda sou eu.
Não gostam? Comam menos! Ninguém vos convidou para cá. Só lê quem quer. A porta da rua é a serventia da casa.
Se quiserem continuar a comentar nesses moldes, tudo bem. Eu continuo a apagar. É um direito que assiste e ninguém pediu a vossa opinião. Ainda para mais se essa opinião é grosseira, ofensiva e descabida.
Eu já estou habituada a ser alvo de ódiozinhos parvos e gratuitos. É o preço a pagar por ser gira, inteligente, bem sucedida profissionalmente, ter os pés no chão e o coração ao alto. Sim, eu tenho-me em grande conta. É isso que incomoda, certo?
Temos pena! Ou não, ou não!

8 comentários:

Anónimo disse...

Porrada pra cima!

nf

Maria do Desassossego disse...

nf,

O que tu queres sei eu:-)
Beijo

Anónimo disse...

Ai é?

Conta lá!

nf

João Paulo Cardoso disse...

Tu vida es una fiesta... brava.

Gosto da maneira como mandas os forcados pelos ares.

Beijos no cocuruto porque não me arrisco a mais aproximações sem um bom cavalo.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Maria do Desassossego disse...

nf,

'Tá sossegado, senão sobra para ti!

Maria do Desassossego disse...

JP,

Quem manda os forcados pelo ar não é o touro???
Bom... tu vê lá o que é me chamas pá!!! :-)

Beijo

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.