Novela (que podia ser mexicana) com um número infindável de episódios e protagonistas a mais, vendida em pacotes económicos aos países do leste europeu. Enredo muito intrincado, malfeitores qb, doses exageradas de sacanices, facadas nas costas e muitas figurantes com língua de porteira. A única coisa que vale a pena no meio desta salganhada toda?! A protagonista, que interpreta este argumento sem mudar uma vírgula... ou não fosse isto a sua vida.

terça-feira, 31 de julho de 2007

Estupidez natural

Primeiro que tudo, quem me conhece já sabia que esta fase negra não ia durar muito… Pronto, já passou. Quem não gostar das novas cores da tasca, tem todo o direito de reclamar. Reclamem para aí… pode ser que resulte (sinceramente, duvido).

Já consegui fazer uma série de coisas da lista abaixo. Nomeadamente, trocar o vestido da miúda e mandar o plano de voo e as medidas à Dê.

Entretanto o Miguel não comprou o colete e hoje lá vou eu. Missão: comprar colete. E trocar as braçadeiras da Dora - A Exploradora, que fizeram o favor de vir rotas.

A manicure já está marcada para 5ª feira e ainda tenho as malas para fazer, mas nada como calma, descontracção e um pouco de estupidez natural (não perguntem, mas oiço este conselho da minha sábia mãe desde que nasci).

A semana até nem começou mal. Além das coisas todas que tinha (e tenho) para fazer, uma discussão acalorada com o meu chefe ontem, deu para apimentar o dia. Nada como umas verdades e um tom de voz um tanto ao quanto elevado (que quem me conhece, sabe que é uma especialidade minha) para fazer o Sr. Stress perceber que nem sempre tem razão.
E se há coisa que eu gosto é de ter razão. Só faltou o dedo em riste, apontado ao nariz do excelentíssimo… mas achei melhor não abusar da sorte.

Quem ouviu diz que foi bonito. A mim, pessoalmente, fez-me festinhas ao ego. Apesar de ele se ter referido a mim como “esta senhora” num tom menos simpático.

Para finalizar, agradeço ao/à Sr./a. que me anda a ligar de madrugada o favor de o passar a fazer a horas decentes.

Senão vejamos:

:: Eu às 3, 4 h da manhã não atendo chamadas anónimas… durante o dia, ainda vá que não vá

:: Se é só para ouvir a minha voz (há gente para tudo) já deviam ter percebido que também não tenho voice mail, pelo que não há gravação desta voz de rouxinol para vos apaziguar os demónios (já dizia alguém que eu sou má, muito má!)

:: Se é para me chatear, esqueçam! Acho o máximo que alguém se lembre de mim a horas estapafúrdias (por mais bêbado/a que esteja)
:: Concluindo, se ligares a horas decentes, eu atendo... a malta conversa (digo eu) e ficamos ambos esclarecidos, boa?

Faltam 3 dias e qualquer coisa para terminar esta semana. Eu chego lá… ai, chego, chego!

5 comentários:

aprendiz de feitiçeira disse...

Miga,

Bem regressada ao Branco...que a fase negra (mesmo que seja para poupar energia) não volte tão cedo!

A preparar as férias?! Me too...Mortinha para que chegue 6ªf!

Aconselho-te várias poções para as férias: Alegria, boa disposição, calma, serenidade e ... alguém para te ajudar a conseguires estas poções!

Bjos

Anónimo disse...

Ja conheces a minha teoria sobre quem te anda a ligar.

Nao deve chatear muito, ate porque presumo que tenhas o telemovel em silent mode. Caso contrario, a confirmar-se a minha teoria, e caso consigas falar com ela, diz-lhe para ligar antes pra mim que eu ate nem me importo das horas.

A malta eh amiga e livra-te dessa chatice.

nf

FL disse...

Miga,

Nada melhor que a minha criança para me ajudar com essas poções. É a melhor companhia e se me deixar ficar mal (ainda) consigo pô-la na ordem!

Beijos

Miguinho,

Teorias da conspiração... hum? Não sei se tens razão ou não, até porque não faz sentido nenhum. Se querem falar comigo, que liguem a horas normais.

Mas obrigada pela dica;-)

Beijos

kiko b disse...

o colete (acho que é para ajudar a nadar, certo) é só comprar na decatlon, secção crianças, azul e existem dois tamanhos, 2-4 e 4-6, com o meu foram umas ferias relaxadissimas, quanto aos telefonemas nocturnos (estou a excluir-me porque não tenho o teu movel)deixa tocar no silencio ou se puderes atende porque assim quem gasta não és tu e sempre que precisares de desabafar é só gritares ao telefone, mas começa com uma boa introdução para não desligarem e depois da largas a imaginação porque quem vai gastar não és tu, eh,eh,eh..e assim ganhas um confidente da fossa de borla..

FL disse...

Kiko,

Obrigada pela dica dos coletes.

Quanto às chamadas anónimas de madrugada, esquece lá isso. Eu não desabafo com quem não conheço (para o caso de não conhecer)e aqui ninguém está na fossa:)

Beijos

PS: Acho que já respondi aos teus comentários todos:)